... pelo SIM


Comments

Anonymous said…
Are you sure about that?
Anonymous said…
Com certeza ...!

Um abraço da Matilde e Cª!
micasemiona@sapo.pt said…
A liberdade de decisão sobre o corpo deve ser exercida na hora em que a mulher faz algo que sabe que poderá resultar numa gravidez. Nessa altura, a mulher tem poder sobre o seu corpo, poder que lhe permite dizer várias coisas: não, não faço, porque posso engravidar; sim, vou fazer, mas vou proteger-me para não engravidar; sim, vou fazer e não me vou proteger. É óbvio que, se não quer engravidar, a última opção é desadequada. Se optar por ela, está a ser inconsequente e dessa forma perde qualquer direito que tenha sobre o seu corpo, porque as pessoas irresponsáveis perdem direitos. Este vosso argumento é inválido. Vamos promover a responsabilidade e vamos votar NÃO!
raim said…
É claro que como última opção e mesmo que desadequada ela não deixa de ser consciente e nem mesmo nestas circunstâncias devo perder direitos sobre o meu corpo... vamos promover a responsabilidade sobre a prepotência... vamos votar SIM para poderes ainda assim dizer não.
Ana said…
Uma vergonha...

Popular Posts