Apito Dourado... o original


Comments

São Rosas said…
Genial! Isto merecia cartazes espalhados por todo o país, financiados pelo ICEP!
ValGalArt said…
amazing and wonderful!
Kaos said…
Este blog está nomeado para as 7 Maravilhas da Blogoesfera!
Mais informações vai a
http://notasdokaos.blogspot.com/2007/06/as-7-maravilhas-da-blogosfera.html#links
Fábula said…
aahahahah! :D
Watchdog said…
Há algum inconveniente que eu adicione esta imagem a um post meu? 1 Abraço!
raim said…
nenhum... estás autorizado e... volta sempre
:0)
Watchdog said…
Claro que voltarei... e Muito Agradecido!
Daniel Santos said…
Boas Tardes

Não sou Portista, Benfiquista ou Sportinguista, sou do Farense primariamente e também simpatizante da Académica.
Assisto normalmente ao futebol e gosto de ver bem jogar.
Estou atento a todo este escândalo, mas no entanto não vi em manxete as seguintes perguntas:
- Se esta senhora mente deste modo, qual é a sua principal motivação para fazer o que faz e pelo que percebi hoje mentir como mente?
- Se esta testemunha que é a unica contra o Sr.Pinto da Costa, não mostra coerencia no que diz, como pode haver credibilidade? (O sistema Americano neste caso é melhor para resolver estes problemas, sendo uma testumnha que não mostra coerencia afastada de pronto da acusação/defesa de alguem)
- Se a constituição portuguesa não permite escutas telefónicas, como podem estas serem usadas para incriminar ou absolver alguém em tribunal? (Ou seja a constituição Portuguesa não vale nada? Ou uns são filhos e outros são enteados?)

Eu pessoalmente penso que pessoas em grandes posições, com grande poder, normalmente são "seduzidas" a contornar as leis do jogo que tão a jogar, não só no campo desportivo, como politico, etc...
Agora, para boas condenações (porque eu estou a favor que o Sr.Pinto da Costa é corrupto em alguma coisa certamente, assim como o Sr.Luís Filipe Vieira, o Sr.Dias da Cunha, o Sr.Valentim Loureiro), é preciso haver factos objectivos, construtivos, elucidativos, coerentes...
Não é gastar o dinheiro dos impostos dos contribuintes a abrir processos, e como nada se prova, depois andar a achar o bobo da festa para se justificar os meios.

Aqui fica o meu pensamento.
Saudações a todos os Leitores,

Daniel Santos

Popular Posts